Fotografia

Posts em Fotografia

Imprevistos acontecem

É isso mesmo, imprevistos acontecem, e simplesmente porque eles tem que acontecer.
Então, se no momento você se encontra em uma situação complicada no esporte, não esquenta! Dificuldades aparecem pra gente se mexer e sentir as coisas boas em dobro. Falei uma frase clichê mas falei com o sentimento de quem já passou por isso, então tá valendo, né não?

Foto: Samara e Samiro. Conheça todos os meus trabalhos, clique aqui!

Me senti com vontade de escrever sobre isso depois de editar a foto acima de um momento em que era nítida a dedicação da amazona em fazer um percurso perfeito mas em resumo ela caiu, foi parar debaixo da pata do cavalo, ele com todo o respeito e delicadeza a esperou se levantar e em seguida ela o agradeceu não só pelo comportamento dele mas também porque no fim das contas não vale a pena se esquentar por algo que aconteceu de ruim, sabe por que? Porque esse sentimento só vai afetar você mesmo, aquela aflição que só nosso interior sente e que em um momento passa, de qualquer jeito passa. Sabendo disso é melhor ficar prolongando esse astral negativo ou nem esquentar e ter pensamentos positivos pra novos desafios?

Isso vale não só para o esporte mas também para a vida! Não pense que você é o único que não está sendo olhado por Deus ou que sua vida não dá certo por algo que você não está conseguindo. Cada coisa leva seu tempo para ser concretizada e as vezes você simplesmente não está sabendo como guiar tudo isso. Fases ruins sempre aparecerão, a diferença está em como você passa por elas. Eu por exemplo, escolho passar mais leve, buscando sempre fazer minha parte, sorrindo sempre e buscando chegar o mais rápido possível nas fases que enchem meu coração de alegria!

“Mas só quem já experimentou correr riscos por si só sabe o quanto pode ser ainda mais desafiador ver a onda nos cobrir quando fomos nós mesmos que escolhemos enfrentar o mar bravo.

Ensaio Fotográfico: 15 anos Isabele

Este foi mais um trabalho lindo que fiz lá na hípica que monto, a Escola de Equitação Christus. Dessa vez fiz o ensaio fotográfico dos 15 anos da Isabele que assim como nós, ama cavalos. Ela queria eternizar esse momento dela e me convidou pra fazer parte disso. Será que eu amei o convite? O resultado você confere aí embaixo.

Quem vê o resultado final assim todo lindo nem imagina o trabalho que dá fotografar com cavalos, a Isabele sentiu isso na pele estando toda princesa e tendo que lidar com puxões, cabeçadas e pisões. A missão não para por aí, além disso quem tá fotografando tem que conseguir alinhar tanto o tempo do cavalo como da pessoa que está sendo fotografada, afinal, a gente quer ter registrado os momentos mais bonitos, não é mesmo?

É trabalhoso, cansa, você tem que persistir, sentir o cavalo e acima de tudo, respeitá-lo. Mas no final de tudo, quando temos o resultado final a gente para e percebe o quanto é maravilhoso ter registrado esses momentos de pessoas tão especiais.

É isso, se tiver ficado curioso pra ver mais trabalhos feitos por mim é só dar uma olhadinha tanto no perfil do Instagram, @clarissafotos como também em minha página Facebook.

por em Fotografia

Fotografia de Cavalos: Maykol Nack

Para quem não sabe, eu trabalho com fotografia, não como minha profissão, é mais um hobby. As pessoas elogiam, pedem para eu realizar alguns trabalhos especiais e eu atendo aos pedidos, algumas já chegaram a dizer que amam a visão, o olhar que eu tenho quando fotografo as coisas. Sendo assim, acho que seria legal trazer pra cá alguns ensaios que sejam relacionados ao universo do cavalo, onde possamos ver histórias de outras pessoas que assim como nós, amam esses animais.

1 (6)

Pesquisando na Internet essas histórias, encontrei a do casal Tamára e Rainoldo que passaram pelas lentes do fotógrafo Maykol Nack que, no post do seu site, ele afirma o seu encanto pelos cavalos. É claro que daí sairia um bom projeto, não é mesmo?

4 (5)

“A Tamára e o Rainoldo também são apaixonados por cavalos, e vieram com a proposta de fotografar em meio à eles. Só o fato de eles demonstrarem a vontade já me deixou feliz, quando chegou o dia do ensaio, que eu pude, mesmo que por pouco tempo, reviver parte da minha infância em meio aos cavalos, me senti um fotógrafo realizado…”
3 (5)
“Olhando estas fotos, me pego a pensar no fato de eu não ter fotos assim durante a minha infância, cavalgando e me divertindo com os cavalos. Essa falta em mim, se torna uma grande alegria por saber que a Tamára e o Rainoldo tem elas agora.”
5 (5)
“Eu fotografava eles e ficava pensando: esses dois estão me dando uma alegria gigantesca ao propor um ensaio desse.”
2 (6)
Fotos: Maykol Nack