Filmes e Séries

Posts publicados em Filmes e Séries

Albion: The Enchanted Stallion

O post anterior já foi uma dica de seriado e este será sobre um filme. Que tal aproveitar o seu domingo de descanso para assistir Albion: The Enchanted Stallion? Disponível na Netflix, este é mais um filme voltado para o público infantil mas que, diferente da maioria que assistimos como de costume, a história acontece em um ambiente encantado e tem um maravilhoso garanhão da raça Friesian (em Português, Frísio) que está sempre presente com os personagens, e sim, ele participa na maioria das cenas e sua presença é bastante relevante. The Enchanted Stallion é um filme tranquilo, divertido, com uma pegada de humor e cheio de fantasia, vale a pena assistir em família.

Mas como a gente gosta mesmo de saber mais sobre os cavalos, aí vai uma curiosidade! No filme, o cavalo negro misterioso se chama Dag Dia e que, trazendo para a realidade, ele se divide em dois lindos garanhões chamados Nitrous e Hans, garanhões do haras Majestic Friesians. A proprietária, Brock, contou em uma entrevista que os produtores do filme a encontraram na Internet depois de procurarem Friesians que fossem ensinados a fazer truques, para que tais habilidades fossem apresentadas nas gravações do filme. Ela comentou:

“Era apenas um dia comum na fazenda quando Dori Rath ligou e se apresentou como produtor de cinema e disse: “Eu estava apenas no seu site e seus garotos são magníficos. Existe alguma maneira que você considere permitir que eles estejam em um filme?” Eu só poderia dizer SIM! Ter nossos cavalos como estrelas de um filme foi tão emocionante para nós! Somos apenas uma pequena fazenda familiar. Nós temos 30 cavalos, mas se comparadas com outros locais que realizam a reprodução dessa raça, somos pequenos. Nossos frísios são muito simpáticos e muito dispostos a agradar. Portanto, mesmo depois de começarmos a reproduzir, não queria vender nenhum deles. Eu tinha que encontrar um uso para eles aqui na fazenda, então eu comecei com treinamento de truques e percebi o quão rápido eles conseguiram realizar truques e como eles são realmente treináveis​​”.

A equipe concordou que Nitrous estrelaria o filme. Brock explicou: “Nitrous não é realmente o nosso melhor garanhão. Mas ele é tão gentil, você pode colocar qualquer um sobre ele. Ele vai fazer truques para qualquer um.” Já o segundo garanhão, Hans, foi escolhido por, apesar de ter apenas 4 anos de idade, ele não estava tão longe em treinamentos como Nitrous. Hans seria apresentado principalmente em cenas de lutas. Brock chama Hans de “movie star all the way” por causa da rapidez com que ele aprendeu os truques e o quão bem ele realizou. Ambos os garanhões estão registrados na KFPS e foram importados da Holanda.

A atriz Castille Landon, que cresceu montando Saddlebreds (inclusive eu tenho quase certeza que um exemplar dessa raça aparece nas primeiras cenas), queria escrever e dirigir um filme sobre uma jovem e um cavalo especial. Estavam cansados dos clichês nas histórias muitas vezes encontradas em filmes sobre meninas e cavalos. Sendo assim, ela começou a escrever um roteiro com profundidade temática que retratava garotas e cavalos em papéis autênticos e capacitadores. “ALBION: The Enchanted Stallion”, co-escrito com Ryan O’Nan e Sarah Scougal, foi o resultado.

O filme te apresenta Evie Flynn, personagem principal, uma jovem responsável que cuida de seu pai incapacitado. Na manhã de Natal, Evie encontra um garanhão Friesian aparentemente perdido e vagando perto do celeiro em que trabalha. Ela o monta, planejando voltar mas, em vez disso, Dag Dia galopa para a floresta e atravessa um portal, transportando Evie para a terra mágica de Albion. O resto você precisa assistir! Confira o trailer:

Free Rein: novo seriado da Netflix

Há um mês atrás, pesquisando séries e filmes com cavalos na Netflix, encontrei por lá o nome desse seriado, porém na época ele ainda estava sem nenhum conteúdo, dando a entender que em breve estaria a disposição para todos os assinantes. Semana passada uma seguidora do Montando um Sonho me mandou um direct lá no Instagram indicando um novo seriado que estava acessível na plataforma. Confesso que quando vi na Netflix, de cara eu já julguei de forma bastante negativa, tendo em vista que a maioria dos filmes com cavalos são destinados ao público infantil e também são mal produzidos. A explicação disso é por conta do baixo orçamento que essas franquias possuem, mesmo assim eu resolvi dar uma chance pelo fato de ser um novo seriado que mostra o universo dos cavalos, assunto que vem sendo bastante representado no últimos tempos e isso me deixa super feliz, indica que nós estamos mostrando que somos muitos, por ser produzido pela própria Netflix e porque tem cavalos, né? Mesmo não gostando a gente tenta!

Free Rein ou Zoe e Raven (título adaptado para o Brasil), é sim mais um seriado destinado ao público infantil/adolescente porém, a produção é atual, tem uma fotografia linda que te dá aquela vontade de montar um cavalo e sair cavalgando pelas paisagens da ilha que parece vir de um conto de fadas e é o lugar onde tudo acontece. A apresentação do seriado é diferente, você conhece a Zoe, personagem principal que já te impacta nas primeiras cenas porque graças a Deus você não vai encontrar mais uma atriz branca como os cabelos loiros mas sim uma negra com cabelos cheios de personalidade.

Resumindo, a primeira temporada que contém 10 capítulos e neles você vai encontrar a menina nova que veio da cidade grande, o típico garoto bonitão que todas querem, a menina chatinha que vai encher o saco de todo mundo, mas mesmo assim os personagens vão te cativando com o tempo, o haras é lindo, os cavalos mais ainda e a história vai querer te fazer conhecer mais sobre todo o universo em que eles vivem. Pra te dar um pouco mais vontade de assistir, aí vai um bônus: no final da primeira temporada temos nada mais nada menos que Charlotte Dujardin fazendo uma apresentação especial. É muito engraçadinho ver a atuação dela, mas a gente dá um desconto, afinal, seu talento a gente encontra facilmente nas pistas. Veja a seguir o que ela publicou em suas redes sociais no dia 21 de junho:

“Fãs de Netflix, eu tenho algumas novidades! Amanhã será o lançamento mundial de uma nova série original de Netflix para crianças, da Lime Pictures chamada “Free Rein”, que estará disponível em mais de 190 países! E enquanto eu não irei oficialmente adicionar “atriz” ao meu CV ;) A vida de Zoe, de 15 anos, muda através da amizade com o cavalo, o que lhe dá força para lidar com questões e explorar novos relacionamentos. Ela enfrenta desafios pessoais e físicos a cada passo e sua jornada inspiradora nos mostra que não são quantas vezes pensamos que falhamos, mas como nos recuperamos! A série destina-se a crianças, jovens adolescentes e famílias e abrange mais de 10 episódios quando será lançado amanhã. Eu estava muito nervosa para participar disso, mas foi uma oportunidade incrível para um cavaleiro de adestramento como eu e tem um excelente elenco (Games of Thrones / War Horse / Shameless). Foi muito divertido de fazer e estou muito agradecida. Por essas experiências, agradeço-lhe Lime Pictures, Netflix, o elenco e a equipe por me fazer sentir tão bem-vinda. Amanhã na Netflix!!”

Indico você assistir com o áudio original para poder ouvir o sotaque britânico fofo dos personagens, tem gente que não gosta mas eu pelo menos acho a coisa mais linda. Agora a gente fica aguardando a nova temporada! Que tal sugerirmos uma nova participação especial? Quem você gostaria de ver na série?

Being AP: Novo Documentário sobre cavalos disponível no Netflix

“Creio que devemos ter objetivos na vida, sabe? É preciso ter algo para correr atrás. É preciso perseguir algo que você nunca alcançará.”
1 (2)

Passeando pelo Netflix nesse último domingo, tive ótimas surpresas. A primeira delas foi o documentário que encontrei sobre o universo das corridas, mas precisamente sobre um incrível jóquei de saltos, AP McCoy que, após seus 40 anos, idade além de muitos outros atletas, AP contempla sua obsessão pela vitória, os anos de sacrifício para se tornar um campeão, a busca pelo vigésimo título e o futuro sem competir no esporte.

3 (2)

Eu particularmente fiquei com um nó na barriga assistindo as cenas das competições. Nessas corridas é nítido o enorme esforço que os cavalos realizam, tendo que correr o máximo que podem e mais que isso, saltar. O pior ainda não é isso mas sim as quedas que você vai presenciar ao assistir o documentário, que prejudicam o ambos (cavalo e cavaleiro). Sendo assim, aqui fica meu questionamento: você concorda com essa prática? Depois de vermos aí a discussão sobre a vaquejada, que tal avaliarmos este outro esporte?

Para finalizar o post, depois de assistir o comentário, eu encontrei um filme, tratando do mesmo universo das corridas de cavalo, contando também uma história real porém trazendo mais esse lado emocionante dos filmes. Ainda não assisti, por isso não vou comentar tanto, mas deixo aqui o trailer que já me deixou com aquela vontade! O nome do filme é Superando Limites (The Cup):