por em Cavalos, Curiosidades

Conheça os Diving Horses

Você já ouviu falar sobre os “Diving Horses”? O nome original é este, mas traduzindo para o português se chamam, Cavalos de Megulho. Eles eram uma atração popular em meados da década de 80, bem como os animais de circo, sendo que de uma forma bem mais diferente, estranha e perigosa.
1-5

A atração era o seguinte, os Cavalos de Mergulho subiam uma rampa íngreme e, no topo, eles tinham apenas uma única saída que seria mergulhar em uma piscina de 12 metros (as vezes chegava a ser de 20 metros). Sim, era muito alto, é realmente algo muito estranho de acreditar, pelo menos para mim.

2-3Quem teve esta ideia inusitada foi Willian “Doc” Carver. Ele supostamente contou a historia em que estava atravessando uma ponte com seu cavalo, quando a mesma desabou parcialmente, o animal caiu e por isso teve que mergulhar. Foi assim que ele criou a atração. Carver treinou vários animais e saiu em turnê junto com seus filhos, Al Floyd Carver e Lorena Carver. A moça foi a primeira pessoa a participar do espetáculo, montava o cavalo de Doc, Rei de Prata. Sim, ela saltava junto com ele! O show se ficou tão famoso que tornou-se um elemento permanente no Steel Pier, local popular em Atlantic City, situada em New Jersey.

4Em fevereiro de 1924, Sonora Webster que viria a ser esposa do filho de Carver, juntou-se aos shows depois de responder a um anúncio colocado por ele para ser uma “menina de mergulho”. Ela se tornou a grande sensação do espetáculo.

Porém, em 1931, quando estava participando de mais um show, seu cavalo, chamado Red Lips, perdeu o equilíbrio na plataforma e realizou uma queda livre direto para a água. Sonora ficou cega por conta do descolamento de sua retina devido o forte bater de água com os olhos abertos. Sim, a história foi séria. Mas sabe aquela conversa verdadeira sobre quem ama cavalos nunca deixa de montá-los? Pois é, depois do acidente, ela voltou a mergulhar com os cavalos até o ano de 1942.

5-2

Ela resolveu escrever um livro sobre o que aconteceu, “A Girl and Five Brave Horses” e sua história acabou tornando-se um filme produzido pela Disney, titulado “Wild Hearts Can’t Be Broken”. A história teve algumas alterações, mas fica aí uma dica de filme para vocês assistirem. E mais uma curiosidade, Sonora morreu com 99 anos.

3-2

Continuando a história sobre o espetáculo dos Cavalos de Mergulho (Diving Horses), durante um período, a SPCA (Sociedade para a Prevenção da Crueldade contra os Animais) começou a ficar de olho no evento buscando encontrar alguma crueldade com os animais. Houveram denuncias que alegavam a utilização de choques elétricos e alçapões para fazer com que os cavalos pulassem. A atração continuou mesmo com protestos de ativistas dos direotos dos animais. Em 1978, Atlantic City foi forçada a parar com os Cavalos de Mergulho por conta do mau estado do Steel Pier. A atração continuou em outros lugares quando desapareceu completamente em 1994 (nossa, eu já tinha nascido).

Ainda existe um espetáculo parecido, encontrei um vídeo publicado em 2011 onde vocês vão poder ver um cavalo conhecido por fazer mergulhos em uma piscina. Até onde sei, ele se encontra no Magic Forest Amusement Park, em Nova York. O animal chamado Lightning, salta bem mais baixo do que os antigos Cavalos de Mergulho, outra informação que encontrei é que ele pula duas vezes por dia durante dois meses em cada ano. Após cada salto ele recebe aveia. Magic Forest também tem um égua de mergulho aposentada, Thunder.

Muitas histórias ruins foram contadas sobre os Cavalos de Mergulho, como a de Oscar Smith que literalmente caiu para sua morte quando algo deu terrivelmente errado com seu salto. Outro caso comentado foi sobre um dos cavalos de Sonora, que após pular sozinho, nadou de forma confusa, demonstrou estar cansado e morreu.

6

Esse trabalho realmente era perigoso, não podemos negar. Mas a questão é, será que ele era mais perigoso do que os diversos esportes praticados hoje em dia? Vários deles são perigosos para o cavalo e cavaleiro, inclusive, vários defensores dos animais afirmam que eles devem ser abolidos. Não há dúvidas de que os cavalos amam o que fazem, gostam de correr, saltar e etc. Na época do espetáculo, diversas pessoas relatavam que os Cavalos de Mergulho amavam o que faziam. O que você acha a respeito? Deixe sua opinião aqui abaixo, no post do instagram ou no post da nossa página. Queremos saber sua opinião!

Comentar via facebook

2 comentários

  1. Me parece ruim, acho que eles não gostavam, se tinham que ser empurrados e forçados a pular. Alem do que pular de uma altura dessas deve ser ruim para os cavalos, sem contar a água na orelha. Na minha opinião, cavalos são frageis e muito assustados, se eles se assustacem e cometecem algum erro, poderiam se ferir e ferir a pessoa que o montava, levando em consideração que grande parte do feito era por conta deles.
    Gostei desse post! Ja tinha visto fotos sobre isso mas não sabia o que era.

    1. Montando um sonho em

      Com certeza, Isadora @benhurdovitoria. Mesmo achando a história interessante, e por esse motivo ter feito o post, eu também não concordo com essa atitude. Mas nós voltamos sempre aquela frase “o que as pessoas não fazem por dinheiro” não é mesmo? Daí, me vem aquele questionamento, por que as pessoas que gostam de cavalos cometem esse tipo de atrocidade com os animais? Ok, não é uma história recente, mas também não é tão antiga a ponto de não saberem que essa atividade pode fazer mal aos cavalos.
      Que bom que gostou do post, se quiser, dê alguma dica de post, iremos fazer com muito gosto!